quarta-feira, 8 de outubro de 2014

A Depressão - The Black Dog

Este post pode ser um pouco difícil e pesado, mas preciso compartilhar o que passei no ano de 2013.

Vamos pelo começo!
Sempre fui uma pessoa muito ativa, muito viva, gostava de viver a vida intensamente, tipo filosofia Carpe Diem. Sempre amei tudo com muita intensidade, adorava viver, ser feliz, sempre tive uma fome gigante pela vida (e por comidas também, rs). O que eu quero dizer é que sempre fui muito feliz, mesmo com os probleminhas que aparecem, nunca me deixei abalar!

Eu trabalho desde os 15 anos de idade, então conquistei muito cedo minha independência, comprava o que eu queria, ia nos lugares que tinha vontade, tinha cartões de crédito, contas em bancos, enfim, praticamente uma pessoa adulta. Em 2012, porém, tudo na minha vida mudou!

Estava na ultimo ano da faculdade, e este é o ano do estágio obrigatório que a própria faculdade fornece. Consequentemente eu não iria continuar trabalhando, pois meu estágio era no período da tarde, e não existia nenhum emprego com uma carga horária tão reduzida que eu conseguisse fazer os dois ao mesmo tempo. Sem contar que tinha que me dedicar muito ao estágio, porque era muitooo puxado!

Parei de trabalhar em fevereiro, alguns dias antes do meu estágio começar. Logo vieram várias preocupações! Minha mãe não iria ter dinheiro para bancar uma série de coisas com as quais eu gastava, eu ficaria sem roupas, sapatos, acessórios novos por um bom tempo! Não sairia mais tanto quanto eu saía com meu namorado (todos os finais de semana), e não teria mais dinheiro para nada! Isso me deixou extremamente preocupada e chateada com tudo, mas fui levando com a ajuda do meu namorado super paciente.

Depois vieram algumas "doenças", eu tive duas infecções de urina no mesmo mês, e não desejo isso para ninguém, porque pra mim foi muito traumático! Na mesma semana eu fui inventar de fritar bolinhas de queijo e queimei minha mão com óleo quente, e lá vamos nós correndo para o hospital mais uma vez!Tive outra infecção de urina no final do ano também, fora as gripinhas e coisas mais simples!

No meio do ano, descobri que estava com corte químico no meu cabelo. Isso foi um baque gigantesco, porque a cada dia que passava, eu via meu cabelo lindo indo embora como se fosse um nada! Quando eu percebi, estava com vários toquinhos de cabelo, no couro cabeludo inteiro! Então cortei o cabelo e tive que lidar com meu corte chanel, eu que não gostava de cortar nem as pontinhas no salão.

 No final do ano me animei um pouco, porque imaginei que em 2013 tudo seria diferente! Eis que me inscrevo para uma especialização na Unicamp e passo! Fiquei feliz com isso, mas sabia que seria mais um ano que eu não poderia trabalhar, mais um ano passando por alguns pererecos!

Em 2013, tudo piorou elevado ao quadrado! A tão sonhada especialização se tornou um pesadelo, no meio do ano, eu já não aguentava mais! Não via a hora que aquilo tudo acabasse! Contava os dias, as horas na agenda!

Foi aí que eu conheci o Black Dog.








Sim, a depressão. Que coisa mais horrível. Te deixa cansada, sem vontade de fazer nada, vc só quer que tudo acabe logo, ou que talvez vc morra e o seu sofrimento e a sua vida idiotas acabem!

Era um sacrifício levantar todos os dias, era pior ainda quando eu chegava em casa, porque eu tomava banho, deitava na cama e dormia até 23hs, que era a hora de falar com meu namorado pelo telefone.
Não queria mais sair de casa, apenas queria ficar deitada, sem fazer nada, pensando em como minha vida era ruim, e tudo que acontecia comigo era ruim.

Eu não sorria mais, não brincava, não dançava, não tinha mais vontade de nada, só queria morrer. Teve alguns dias que considerei seriamente a hipótese de me matar, tudo para tirar aqueles sentimentos tão ruins de perto de mim! E lembro que eu pensava, justo eu que sempre amei tanto a vida, que sempre fui tão feliz, porque isso esta acontecendo comigo!

Tudo piorava, eu comecei a ter umas dores que os médicos e exames não conseguiam explicar o que era, e não tinha mais vontade de nada. Eu estava completamente apática.

O que alegrou um pouco, que me ajudou a pelo menos não me matar, foi que em setembro adotei minha cachorra, o amor de um animal nessas horas ajuda muito!





Fiquei chocada ao rever algumas fotos dessa época para colocar aqui no blog, como estou com cara de cansada e triste. Tive até vontade de chorar... =/


Continuando, foi muito difícil! Meu cabelo não me ajudava, meu corpo não me ajudava, ninguém entendia pelo que eu estava passando, todo mundo só sabia me criticar, porque parecia que eu estava fingindo, ou sei lá, as pessoas costumam achar que a depressão é frescura, que isso é falta do que fazer, ou sei lá o que! Ainda existe muito preconceito.

Resolvi procurar ajuda profissional, fui a uma psicologa, ela me passou alguns florais, mas mesmo isso ainda não me ajudava muito! Enfim chegaram as férias e eu consegui descansar um pouco, afastar de mim toda aquela carga que estava nas minhas costas! É bom quando vc muda o foco das suas energias! Me redirecionei para o natal, para o ano novo, e para a minha tão sonhada e esperada viagem para Ilhabela, mas no fundo eu sabia que quando voltasse de férias tudo voltaria a ser igual, eu continuaria extremamente triste. E foi exatamente assim!

Aproveitei ao máximo minha viagem, esqueci de todos os problemas, me diverti, mas no ultimo dia, tudo o que eu havia deixado de lado voltou com um peso maior ainda. Só Deus sabe como foi difícil voltar para a especialização, mesmo sabendo que faltava tão pouco para acabar.

Eu aguentei, posso dizer hoje, que aquela frase do facebook é verdade:


E eu nunca pensei que pudesse ser tão forte! Finalmente tudo acabou e aí eu poderia dar continuidade a minha vida! Mas ainda demorou um pouquinho pra sair de tão fundo do poço. Minha especialização acabou em fevereiro e só em abril mais ou menos eu estava melhor.

Agora, em outubro posso dizer que estou "curada", pelo menos por enquanto!
A depressão, ou o black dog te acompanha para sempre, uma vez que vc já tenha deixado ele/a se instaurar, mas agora com tanta coisa acontecendo na minha vida, só tenho espaço para felicidade e sonhos!

Quero fazer tudo, abraçar o mundo, correr atrás de tanto tempo que perdi chorando ou me lamentando! Quero aproveitar a vida, porque afinal, até que se prove o contrário, só temos uma!
Filosofia Carpe Diem tá imperando aqui!!!rs rs



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...