sábado, 17 de setembro de 2016

Aprenda a ter amor próprio!

Olá Viajantes, tudo bem?

Sei que esse post será muito polêmico! Tenho certeza que muitas mulheres não aprovam o que eu irei dizer, não aprovam o livro e acham tudo isso uma grande perca de tempo! Mas como criadora de conteúdo, influenciadora digital ou blogueira, me vi na obrigação de contar pra vcs uma das melhores coisas que já aconteceu na minha vida!


Como vcs já devem ter percebido, eu adoro falar sobre livros, mas não curto muito fazer resenhas, prefiro dizer o que aquele livro causou em mim, o que mudou depois que eu o li e o que eu mais recomendo que vcs leiam. Então tenho que contar sobre esse meu tesouro que foi descoberto há uns 5 anos atrás!

Comecei a namorar muito nova com 14 anos e mantive esse relacionamento por quase 6 anos. Infelizmente como eu e ele éramos muito jovens e inexperientes foi uma relação bem traumática, regada a ciúmes excessivo dos dois lados, privação de amizades, saídas, vida social e mais uma série de outras coisas. Era sufocante! Sabe aquele vídeo da Jout Jout sobre o “batom vermelho”, meu relacionamento era exatamente daquele jeito, sem tirar nem por! Todos os dias (depois de 1 ano namorando) ficava imaginando como seria minha vida de solteira, mas não tinha coragem de terminar porque o meu ex dizia que eu era muito chata, insuportável e que eu nunca conseguiria encontrar outro namorado, que eu iria ficar sozinha no mundo porque nem minhas amigas queriam minha companhia... e foi assim por longos 5 anos e alguns meses! Até que depois de muito pensar, muitas brigas e outras coisinhas a mais, eu decidi terminar tudo.


Lembro a primeira noite que eu saí, minha primeira balada! Foi incrível! Fiquei pensando em quanto tempo eu havia deixado passar sem conhecer aquilo! E aproveitei minha vida de solteira por mais ou menos 1 mês! Veja bem, sou muito carente e nunca gostei de ficar sozinha!

Arrumei outro namorado que era pior que meu primeiro! Aí foi mais um relacionamento abusivo, cheio de mentiras, enganações, traições, brigas e muito choro! Como eu só tinha namorado uma vez e uma pessoa que era bem parecida comigo, estranhei muito ao namorar uma pessoa que não tinha nada a ver comigo! Eu ficava com uma determinada expectativa e meu ex só pisava na bola, eu fazia de tudo, me humilhava, gastava e era muito boba apaixonada! Até que alguns poucos meses depois ele terminou comigo. Sofri o pão que o diabo amassou, chorei por semanas, me humilhei mais um pouquinho e fiquei muito abalada!

Depois de um certo tempo de sofrimento comecei a me reerguer e pensar um pouquinho mais na minha vida inteira! Com essas experiências eu nunca tive a chance de aprender o que era certo e errado numa relação, o que eu precisava fazer para que as coisas dessem certo, como namorar de novo depois de “tantas” experiências ruins e acima de tudo eu não sabia quem eu realmente era.


Num dia conversando com uma grande amiga minha (que passava pela mesma situação) e desabafando sobre o que eu estava pensando e querendo, ela me contou sobre esse livro! Disse que uma outra amiga dela já tinha lido e dizia que era ótimo, que ajudaria bastante ela a mudar os próximos relacionamentos. Na hora já achei super legal. Veja bem eu estava desesperada atrás de respostas e quando vem um livro que promete mudar sua vida da água para o vinho fiquei maluca atrás dele. Por uma incrível coincidência estava passando no cinema aquele filme nacional “Qualquer gato vira-lata” que é baseado um pouco no livro e eu e minha amiga decidimos ir assistir, só ajudou a reforçar ainda mais meu desejo de comprar o "Por que os homens amam as mulheres poderosas".

Alguns dias depois ele estava na minha mão e eu comecei a devorá-lo com fervor!

Primeiro de tudo, o titulo do livro é bastante sensacionalista! Sinceramente ele deveria se chamar “ Aprenda a ter amor próprio” porque é basicamente isso que ele ensina!

Depois de ler alguns exemplos que o livro dá de uma mulher “boazinha”, percebi que era exatamente tudo que eu fazia, eu não acertava uma! Claro que tem algumas dicas que não são tão legais assim e eu até acho muito radicais, mas a maior parte do livro é excelente.


Um dos ensinamentos mais importantes do livro é se coloque em primeiro lugar sempre! Em tudo que for fazer, vc deve pensar em vc primeiro, se aquilo não te agride, não te prejudica e não vai contra os seus princípios! Isso para muitas mulheres pode parecer a coisa mais obvia do mundo, mas para mim que não tive muitas experiências, não vivi muitas coisas na vida e tinha péssimos exemplos, foi o que mais me mudou! O que ajuda bastante a colocar em pratica os ensinamentos são os exemplos a autora dá e pode ter certeza que vc já passou por metade deles e achou que fez a coisa certa.

O livro "por que os homens amam as mulheres poderosas" não é igual a maioria das revistas para mulheres que nos ensinam a ser capachos de homens, ele não vai te dizer para fazer um jantar maravilhoso para agradar o seu homem. Ele vai te ensinar a pensar com a sua própria cabeça, a parar de se preocupar de olhar ao redor para descobrir a opinião dos outros. 

Outro ensinamento que vale muito a pena nós prestarmos atenção é de acolher os elogios. Nós mulheres temos o péssimo hábito de sempre negar quando alguém nos elogia, sei que nunca estamos completamente satisfeitas com nossos corpos, mas o cara com quem vc quer ficar e o mundo não precisam saber disso, porque quando vc nega automaticamente já chama atenção para aquela coisa e a pessoa começa a concordar com vc. Isso é exatamente o que ninguém quer! Então se alguém elogiar o seu cabelo e vc achar que ele esta uma bosta aquele dia, apenas diga obrigada! 


Claro que os homens não são todos iguais, não dá pra generalizar o mundo, mas posso te garantir que 90% dos homens são bem parecidos! O que nós mulheres poderosas queremos é um homem de qualidade. Sim eles existem! Vc não quer uma pessoa que prefere estar com os amigos do que com vc, que não te elogia, não te valoriza e não faz de tudo para te agradar. É o mínimo que nós merecemos e se vc acha que esse é um pensamento egoísta e errado, então vc precisa realmente ler o livro, urgentemente!!

Eu já li o "Por que os homens amam as mulheres poderosas" umas 4 ou 5 vezes, sempre bom reforçar! Já dei de presente para uma amiga que precisava muito ler, mas que não queria mudar, então ela não leu e continuou sendo tratada mal, já emprestei para várias pessoas e agora estou repassando para vcs! 

Eu encontrei finalmente uma pessoa ideal, nós temos um relacionamento muito saudável (menos na parte alimentícia, hahaha), ele me ajuda a crescer a cada dia que passa, me ajuda a descobrir quem eu sou realmente e a lidar com todos os meus conflitos! É um companheiro mesmo, um verdadeiro amigo e namorado, nós já estamos juntos a 5 anos. Mas se não der certo não tem problema, porque foi extremamente enriquecedor.


Acima de tudo, quando vc quiser fazer alguma coisa, faça! Mas lide com as consequências depois! Uma mulher é poderosa simplesmente porque não esta disposta a abrir mão de si mesma!

Espero que vcs tenham gostado dessa dica de livro e por favor não fiquem tão bravas comigo! hahaha


Bjoo e boa viagem!


16 comentários:

  1. Eu já li esse livro uma vez, mas faz tanto tempo que não lembro direito. Muito legal vc ter compartilhado a sua experiência, pode ser útil pra várias mulheres, mas tb serve pra homens, com certeza também existem homens sem amor próprio.
    Beijão Nana
    Tati ✦ Quero Ir

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tati! Com certeza os ensinamentos desse livro valem tanto para homens quanto mulheres, é que esse foi feito especificamente para mulheres mesmo, até os exemplos são mais dirigidos né! Muito obrigada, a intenção é fazer as mulheres se sentirem cada vez mais amadas! Bjoo

      Excluir
  2. "Se coloque em primeiro lugar sempre", não tenho dúvidas disso! Nunca li esse livro, mas sempre tive vontade... E seu texto me deixou ainda mais afim! Ótimo post <3

    www.flaviacarboni.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Flávia! Esse livro é ótimo, tenho certeza que pode te ajudar bastante! Obrigada!! Bjoo

      Excluir
  3. Eu só tenho a dizer: Muito amor por esse post, e esse livro. Não li especificadamente este, mas já li dezenas do mesmo intuito e amo. Hoje em dia sou uma mulher poderosa, e amo isso! Nada me faz mais feliz do que me amar. Ótima indicação Nana, to com uma lista gigante de livros pra ler, mas quem sabe hora dessas não consigo né hahaha
    Beijuuuu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Adri! Eu já li vários livros com essa temática também, mas meu primeiro foi esse! É muito melhor quando a gente aprende a se amar e a se dar o devido valor, nossos relacionamentos ficam cada vez melhores e isso é maravilhoso!! Bjoo

      Excluir
  4. Achei muito interessante a sua postagem, Natascha. =] Eu tinha uma ideia completamente diferente a respeito desse livro. Imaginava algo fútil mas vejo, agora, o quanto ele pode ser importante para muitas pessoas. Eu realmente consegui me identificar em alguns vários trechos (fotos) que você colocou do livro. É estranho pensar o quanto muitas vezes nos deixamos em último lugar e agimos exatamente da maneira que não deveríamos. Em muitos momentos precisamos mesmo de um empurrãozinho para percebermos isso. Essa sua postagem faz parte desse empurrãozinho. =)
    Beijinhos ♥

    Contadora de Histórias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Débora, tem muita gente que acha que faz as coisas certas, mas quando vê os exemplos do livro percebe onde esta os erros, eu mesma só vi depois disso. O bom é que agora vc já sabe que se quiser melhorar é só dar uma lida! Obrigada!!! Bjoo

      Excluir
  5. Realmente eu nao sou fã deste tipo de literatura, mas isso não quer dizer que eles não sirvam para alguém e este teu texto mostra isso. Mas, mais que o que o livro fez por você, teu texto me mostrou o que você fez de bom a voce mesma! Amor próprio se aprende, se desenvolve e infelizmente, muitas de nós não tem a oportunidade de aprender o quanto é essencial "nos colocar em primeiro lugar" sempre. Aprendemos o contrário na grande maioria das vezes: se arrume para os outros, o que os outros vão pensar, o que os outros vão dizer, como agarrar um homem em dez passos e daí para pior!
    Que todas possamos aprender a nos valorizar, aceitar e amar, nao importa como se aprende...
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! É exatamente isso, aprendemos desde cedo que temos que fazer de tudo para agradar aos outros porque só assim seremos amadas e na verdade não é bem assim, só com amor próprio seremos verdadeiramente levadas a sério e amadas como merecemos. Esse tipo de livro deve ser lido quando vc realmente quer ler, quando vc realmente quer mudar, senão ele é muito chato e não serve mesmo. Bjoo

      Excluir
  6. Eu não leria esse livro, não por nada, é que não meu tipo de leitura, eu como boa leonina com o ego do tamanho do maracanã nunca sofri por amor e nunca fui o tipo submissa, eu sempre fazia meus namorados me ajudarem em tudo, sempre respeitei as escolhas dele e sempre fiz com que respeitassem as minhas, um belo dia por telefone uma namorado terminou comigo porque eu não quis apagar uma mensagem de uma amigo da minha rede social disse "ou apaga ou acabou" eu disse que não ia acabar e ele disse acabou e desligou na minha cara eu lembro q fiquei possessa liguei de volta na mesma hora eo fiz vir terminar comigo olhando na minha cara porque eu não sou mulher de aceitar homem covarde até na hora de terminar. Nunca derramei uma lágrima em términos, nunca pensei "eu o perdi" eu sei a mulher que eu sou e quem perdeu foi ele sendo trouxa. Meu marido é uma pessoa incrível, não me cobra nada, aliás me ajuda muito.A gente tem que saber se valorizar, porque a gente se conhece e sabe o quanto somos maravilhosas e especiais e se o cara que ta com a gente não valoriza isso, problema é dele não meu eu não vou deixar de me amar porque alguém não me ama.
    Como disse eu não leria, porque eu acho que não precisaria, mas acho q muita gente deveria ler esse livro com certeza!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lila! Felizmente algumas mulheres, assim como vc, conseguem enxergar tudo isso desde sempre, mas muitas de nós não. Eu mesma era uma dessas e não conseguia ter esse pensamento igual ao seu, foi necessário passar por várias situações e realmente querer mudar e reconhecer que eu precisava de ajuda pra conseguir ler o livro. Acho que só assim a pessoa vai conseguir ler, caso contrário vai achar tudo ridículo. Bjoo

      Excluir
  7. Teve uma fase que eu adorava livros com títulos tipo esse do post, mas quando começava a ler desanimava porque não me identificava com o assunto. Acho que a gente tem que ter uma certa bagagem para ler algo assim e se identificar com o conteúdo para poder aprender algo bom com a leitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Com certeza, e tem que querer ler mesmo e precisar de ajuda pra aproveitar ao máximo! Bjoo

      Excluir
  8. Achei muito legal ver sua experiência, porque graças a uma mãe super forte eu nunca passei por isso. Desde pequena sempre tive autoestima e amor próprio até mesmo exagerados, e por isso mesmo nunca li livros do tipo, porque achava que não tinha nada de novo pra mim. Mudei um pouco de ideia lendo as páginas que você postou aqui porque apesar de já saber e pensar tudo isso, achei divertido ver como isso está exposto e os exemplos de coisas que eu jamais imaginaria fazer! hahahaha quem sabe algum dia eu leia!
    Mas Nana, fico feliz de ver que você conseguiu sair dessa e amadurecer emocionalmente! Ninguém nunca vai nos respeitar e amar se não fizermos isso primeiro!
    Beijão!

    www.carolpestana.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol! Infelizmente não tive um exemplo tão bom e só convivi com mulheres que também não sabiam sobre tudo isso. Ainda bem que esse livro apareceu na minha vida! Realmente é muito divertido, certas coisas são até exageradas, mas eu não duvido que tenha mulheres que façam isso. Obrigada!!! Bjoo

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...