segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Sentimentos com a HQ da Bruna Vieira - "Quando Tudo Começou"

Olá pra vcs! Tudo bem por ai?

 Acabei de ler a HQ da Bruna Vieira em conjunto com a Lu Cafaggi, e estou emocionada e ao mesmo tempo motivada!



Fiquei interessada nesta HQ mais pelas ilustrações da Lu Cafaggi, sou fã dos trabalhos dela e dos que ela faz em conjunto com o irmão Vitor Cafaggi, geralmente são historias extremamente tocantes, muito bem ilustradas e que tenho certeza que cada um de nós já vivenciou.

Então assim que foi lançado já fui atrás para comprar, sou dessas que já quer logo as coisas e não consegue esperar nem um pouco. Confesso que não sou uma leitora da Bruna Vieira, não acompanho muito o blog dela, nem o canal no youtube e os livros eu não cheguei perto ainda! Então não conheço muito a historia da moça. 



Ao ler toda a HQ me identifiquei muito, engraçado como cada um de nós já passou por situações horríveis quando era adolescente, e como essas situações são muito semelhantes! Às vezes a gente acha que aquele nosso problema é único, que aquilo só esta acontecendo com a gente, e a verdade não é bem essa! 

A personagem da Bruna nessa HQ acaba de trocar de escola, e esta com medo de ficar sozinha, medo dos julgamentos que as outras pessoas irão fazer dela, medo do que vai acontecer, e assim a historia vai seguindo. Cada titulo dos capítulos da HQ, que não são muito extensos, homenageiam livros de escritoras famosas, as quais inspiraram a Bruna e a Lu. E no final vc encontra um QR Code pra acessar uma playlist no spotify de músicas que a Lu fez pra criar um clima para a leitura. Alias uma playlist sensacional pra quem gosta de músicas mais “alternativas”, tipo folk. 



Engraçado como cada um de nós pensa em coisas sem sentido, ou que fazem muito sentido (depende do ponto de vista), enquanto estamos em uma aula de biologia, por exemplo. Eu me lembro de sempre pensar o que estava passando na cabeça das outras pessoas, será que elas se sentiam da mesma maneira que eu, querendo saber tudo sobre todos? Querendo sentir o que elas estavam sentindo naquele momento, e será que isso era tão diferente do que eu estava sentindo?



Eu não sei se eu era popular ou não no colégio, sempre estudei na mesma escola da 5ª série ao 3ºano do ensino médio, então vc acaba sendo conhecida por todo mundo, porque vc está sempre ali. Eu tinha uma amiga chamada coxinha, e era extremamente ligada á ela, mas talvez eu não tenha sido tão legal com ela com o passar dos anos da amizade... Depois nós éramos em quatro, as 4 com os nomes mais malucos da escola, e eu amava e amo até hoje essas meninas! 

Se elas verem isso, vão querer me matar!
Depois eu fiquei sozinha... senti muito por essa perda, que hoje eu entendo ser natural, já que cada uma seguiu um rumo e uma escola diferente no ensino médio. Eis que no meio do ensino médio revelou-se uma surpresa pra mim, que eu me tornasse amiga de uma das minhas “inimigas” da 5ª a 8ª série. 

Cintia!


Até que acabou toda essa época. Sinto saudade de todas essas meninas, dos defeitos e das qualidades de cada uma, afinal passei praticamente uns 7 ou 8 anos junto delas. 



O que ninguém sabe, porém, é que eu sempre me senti muito sozinha, mesmo rodeada de pessoas. Ninguém me conhece profundamente, ninguém sabe o quanto eu sou carente, o quanto eu gosto de olhar o céu e ver as nuvens, eu sou apaixonada por nuvens, eu adoro o cheiro de pão quentinho e pra mim não tem melhor sensação do que tirar um cochilo no meio da tarde com a janela aberta deixando aquela brisa geladinha entrar junto com o som dos passarinhos. 



Muitas pessoas lindas já passaram pela minha vida, e eu amo cada uma delas do fundo do meu coração, e queria agradece-las por tudo que elas me ajudaram a crescer e a tornar quem eu sou hoje. Eu nunca tive a oportunidade de fazer isso, e hoje depois de ler essa HQ eu resolvi fazer isso. 

Kenia, Mari, Yessa - meninas da Unicamp

Jeh! <3


Hoje em dia, não tenho muitas pessoas ao meu redor, continuo me sentindo sozinha, mas aprendi a viver assim, aprendi a gostar de ficar sozinha, a gostar da minha própria companhia, mas seria bom ter uma amiga pra sair de vez em quando e fofocar um pouco. Aprender a gostar de ficar sozinha me torna uma pessoa fechada, e aí fica mais difícil ainda as pessoas se aproximarem e saberem mais sobre mim. 



Mas eu sei que tudo isso vai passar, afinal tudo na vida passa, e algumas dessas minhas amigas saberão que elas sempre foram estrelas ao invés de cometas, mas mesmo as estrelas acabam parando de brilhar um dia. 

Obrigada Bruna Vieira e Lu Cafaggi por fazerem eu me lembrar e me emocionar (sim, eu chorei litros) dessa época de escola, da época em que tudo na nossa vida é elevado a uma potencia gigantesca, mas que essa potencia toda, um dia é reduzida a quase zero. E eu posso garantir pra vcs que a minha crise da adolescência só passou agora, com 24 anos eu consegui resolve-la! Demorou mas foi! 

Esse post é extremamente emocional, por isso foi tão longo, acredito que muitos não chegarão ao fim dele, mas se vc chegou, obrigada por ter lido e descoberto um pouquinho mais sobre mim! 

Se vc é uma das meninas que passou pela minha vida, deixa um comentário aqui em baixo, só pra eu saber que vc leu e viu que eu te agradeci por tudo. 

Se vc não é, deixa um comentário também, pra eu te conhecer melhor! 

Bjoo e boa viagem!

2 comentários:

  1. Natiiiii, que linda! Adorei e me identifiquei em muita coisa no seu post! Acredito que todos passamos por momentos e fases difíceis, muitas vezes por coisas que realmente aconteceram, outras por não sabermos lidar com nossos sentimentos... O bom é ver que tudo passa, inclusive as coisas ruins, e ficam as boas lembranças. :)
    Saiba que você foi e ainda é muito importante na minha vida. Tornou mais leve um ano difícil e também me fez uma pessoa melhor!
    Aiai, esse post só fez com que eu ficasse com mais vontade ainda de marcar nosso reencontro! rs
    Beeeeijos, fica com Deus Nati! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mari Obrigada por comentar! Com certeza a época que passamos juntas foi essencial para o meu crescimento pessoal, vcs me ensinaram muita coisa, e sem todo o suporte que demos umas às outras, eu não teria conseguido ir até o fim! No meu coração só ficaram as coisas boas, que são vcs!!! <3

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...