segunda-feira, 16 de maio de 2016

Por trilhas e campos - Parque Horto Florestal

Olá Viajantes, tudo bem com vcs?

Pra quem não sabe, dia 09/05 foi meu aniversário e pra comemorar eu e o Dono decidimos viajar para Campos do Jordão no final de semana anterior a essa data tão esperada!



Já fui pra Campos do Jordão umas 3 vezes e até já fiz post aqui no blog contando mais sobre elas e dando dicas bem legais pra vcs! Dessa vez não poderia ser diferente! Montei meu roteiro com atividades que eu ainda não tinha feito e lugares que ainda não tinha conhecido e a surpresa foi maravilhosa!



Vou começar contando pra vcs sobre um dos lugares mais bonitos de Campos, o Parque Horto Florestal que na verdade se chama Parque Estadual Campos do Jordão e assumo que é um lugar muito bem cuidado pela prefeitura. Ele tem 8.341 hectares e ocupa um terço da área do município, é o mais antigo entre os parques do estado de SP.


Pra chegar ao Horto Florestal não é difícil, vc deve pegar uma estrada que fica situada no lado direito do morro do elefante, existem várias placas indicando o caminho, e o mesmo é apenas uma linha reta, fomos guiados pelo Waze e foi super tranquilo! Eu estava achando que iriamos pegar algumas subidas muito íngremes e que iria ser o maior sufoco, mas foi tudo bem plano e com uma rua com qualidade ótima.

Alias o caminho para o Horto Florestal é muito bonito, cheio de montanhas, vales, arvores araucárias gigantescas, riozinhos, pontes e muitas borboletas. A sensação que nós tínhamos era que estávamos em outro país, que aquilo ali não poderia ser no Brasil de tão bonito e diferente do que estamos acostumados por aí, em alguns momentos éramos apenas nós naquela estrada linda e isso dava um charme todo especial, queria ter parado e tirado muitas fotos, mas como a estrada não tem acostamento e as vezes passavam uns carros muito rápidos, ficamos com medo de nos arriscar.


Ao chegar ao Horto Florestal vc deve passar por uma cabine e pagar sua entrada no parque, a inteira custa 12,00 e a meia 6,00, não tivemos que pagar o estacionamento, o que eu li em alguns outros blogs que antigamente as pessoas pagavam. Na entrada o parque não parece muito bonito, vc ainda tem que andar um pouquinho com o carro até chegar ao estacionamento, passando por duas pontes de madeira, o que eu tenho verdadeiro pavor e até fecho os olhos, mas as pontes estão lá firmes e fortes aguentando bem vários tipos de carros e até ônibus!

No estacionamento tem alguns funcionários orientando as vagas e logo quando vc sai de lá vê um quiosque com um funcionário do parque para te explicar como funciona as trilhas, em quais direções elas ficam, quais são mais fáceis e mais difíceis e onde estão as lojinhas e o restaurante.  Além de conhecer as 4 trilhas chamadas de Trilha das Quatro Pontes, Trilha da Cachoeira, Trilha do Rio Sapucaí e Trilha dos Campos, vc pode observar espécies nativas e exóticas de plantas, utilizar as áreas de piquenique, com churrasqueiras e mesas e contemplar a paisagem de lagos e arvores.


Essas áreas de piquenique e churrasqueiras são maravilhosas! Nunca tinha ouvido falar que isso existia aqui no Brasil, apenas lá fora nos Estados Unidos, Canada e Europa, mas lá no Horto Florestal vc pode usar à vontade e sem pagar nada por isso.

Fomos conhecer primeiro o lago com as carpas que fica logo acima do estacionamento e é bem difícil de descrever para vcs! Como estamos no Outono as arvores estavam “outonando”, ou seja, com aquela cor amarelada característica e o chão estava repleto de folhas! Estava bem friozinho no dia e isso complementava demais aquele lugar. Existe um deck onde vc pode observar bem de pertinho as carpas e tirar lindas fotos, além de vários banquinhos em volta do lago pra poder sentar e esquecer da vida. Com certeza um dos lugares mais lindos que eu já vi na minha vida!

Depois de perder meia hora só ali no lago, fomos fazer a primeira trilha, a das Quatro Pontes.


Essa trilha é bem rápida, levamos menos de uma hora para fazer, porém, o caminho era lindo demais, então paramos varias vezes pra tirar muitas fotos! No vídeo que eu fiz sobre o Parque mostro um pouco dela pra vcs!

Fomos almoçar no Restaurante Dona Chica que fica ali dentro do parque mesmo, serve uma comidinha caseira bem gostosa com várias opções que vem na pedra, vale a pena deixar para comer por ali um dia! Sem contar o espaço do restaurante em si que é lindo e oferece redes pra vc descansar após o almoço, almofadas em cima de toalhas esticadas na grama embaixo das arvores, playground para crianças e até uma hortinha! Tudo muito lindo, aconchegante e bem decorado, mais um lugar pra vc perder horas ali!


Nos comemos um prato de contrafilé grelhado na pedra com uma batata gratinada com queijo, salada, arroz, feijão e uma farofa de pinhão! Tudo estava um delicia, principalmente a batata e o feijão, não tive coragem de experimentar a farofa de pinhão, mas deve ser tão gostosa como o restante do prato. Outro ponto importante a ser destacado é o atendimento, impecável! Fomos atendidos por um senhor de uns 40/50 anos e eu me esqueci do nome dele, mas ele foi tão simpático que me senti em casa mesmo! Como estava friozinho, os aquecedores de ambiente também estavam ligados, ou seja, tudo pra agradar ao máximo o cliente! Voltarei muitas vezes com certeza!

Depois do almoço fomos fazer a segunda trilha, a da Cachoeira do Galharada!


Demoramos umas 2 horas mais ou menos pra fazer essa trilha, no caminho ela não tem tantas paisagens bonitas quanto à das Quatro Pontes, mas no final quando chegamos na Cachoeira aproveitamos para tirar muitas fotos! Achei essa segunda mais opcional, se vc tiver um tempinho e um pouquinho mais de disposição, faça essa trilha, mas se vc quer um passeio rápido e muito lindo opte pela Trilha das Quatro Pontes.

Quando voltamos da Trilha da Cachoeira, fomos conhecer o que fica ali na parte central do parque, lá vc encontra lojas de souvenires, artesanato, um café com chocolataria, passeio de trenzinho pelo parque, um lugar onde vc pode comprar mudas de plantas, um circuito de arvorismo muito legal, tirolesa e um lugar onde vc pode alugar bicicletas para dar uma volta pelo parque. Existe até uma ducha da juventude, mas eu não me atreveria no frio! Hahaha


O parque é aberto diariamente das 8hs às 17hs, com entrada permitida até às 16hs, permanecendo fechado às quartas-feiras. Nos feriados e nos meses de janeiro, junho, julho e dezembro o parque abre todos os dias.

O sentimento que eu e o Dono tínhamos o dia todo era que não queríamos ir embora dali, realmente parecia outra cidade, outro pais, outro mundo! Adoro esse contato com a natureza, sinto muita falta disso morando em uma cidade como Campinas que não tem tantos parques assim, infelizmente a nossa Lagoa do Taquaral não chega nem aos pés do Horto Florestal. Fico me perguntando se o pessoal que mora ali em Campos frequenta bastante esse parque, ou se ele é uma joia esquecida pela rotina!

Com certeza quando voltarmos a Campos do Jordão irei programar pelo menos um dia inteiro no Parque Horto Florestal novamente, dessa vez quero fazer as outras duas trilhas que apesar de serem menores, tem uma dificuldade mais alta e seja o que Deus quiser! E também quero aproveitar essas áreas para piquenique fazendo um almoço ali entre uma trilha e outra.


Recomendo muito  o Parque Horto Florestal para vcs irem durante sua viagem à Campos do Jordão, vale muito a pena! Principalmente pra quem gosta bastante de natureza!

Espero que vcs tenham gostado desse post que foi feito com muito carinho e amor <3
Não se esqueçam de deixar o seu comentário pra eu saber o que vcs acharam, quem já foi, quem ainda quer ir e com muitas outras dicas!!

Bjoo e boa viagem!



10 comentários:

  1. Oi Natasha. Gostava de ler o seu post no Horto Park. Gostei da sua maneira simples reta de narrar os detalhes. Amei. Eu não sei Português, portanto, lê-lo usando o tradutor para traduzi-lo para Inglês

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hi Harshad! Thanks for commenting here in portuguese! You can comment in english if you want to! I speak a little, so i can understand you! This park is so amazing, if you have the opportunity to visit Brazil, you should include this place in your list! Thanks again! Hope you have some nice travels ;)

      Excluir
  2. Oi Nana, nossa fiquei encantada com o lugar. Eu que amo verde e natureza quero muito conhecer esse lugar, claro que pra mim sair aqui do Sul até aí custaria um pouco mais do que você gastou. Mas até onde pude ver e ler vale muito a pena. Assim que possível passarei com certeza pela cidade para entender um pouco melhor do que você está dizendo e claro aproveitar a natureza que daqui já parece incrível.
    Beijao s2

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Adri! Realmente vale a pena, mas como vc é do Sul vá pra Campos do Jordão quando vier passar uma temporada aqui em SP! Acho que aí no Sul as paisagens devem ser incríveis também, morro de vontade de conhecer!! Bjoo

      Excluir
  3. Oi Nana! Da primeira vez que fui em no Horto não tive tanto tempo para explorar, não fiz nenhuma trilha. Fiz o passeio de trem que foi bem sem graça e não recomendo rsrs
    Gostei das dicas, quero conhecer as duas da próxima vez ;)

    Aline
    www.boradecorar.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Aline! Eu vi esse trenzinho lá e sinceramente ele não me chamou atenção, na verdade esses passeios mais fechados, tipo excursão, eu não gosto muito! Gosto de explorar o lugar e ficar bem a vontade, sem tempo pra ir embora, sem ter que ficar por perto e tals! Quando for pra lá numa próxima vez aproveite pra ir com mais tempo lá e fazer pelo menos a trilha das quatro pontes que é rapidinha, vale muito a pena! Bjoo

      Excluir
  4. Que lugar lindo! Não conhecia! Já estive em Campos do Jordão uma vez e não tive uma experiência muito feliz na cidade. Apesar de linda e charmosa, quando saimos a noite para ir a um barzinho, tinha MUITA gente nas ruas, dançando com um som alto, mal dava pra passar e era impossível ficar nos barzinhos tranquilamente, já que o som chegava a todos os lugares. Vários pessoas já me disseram que não é sempre assim e que foi um dia que eu tive azar hahaha então talvez eu deva dar mais uma chance pra cidade! Se for novamente, com certeza vou querer conhecer esse parque e ver essas pontes lindas que te dão medo hahaha Beijos!
    Blog Vintee5 | Canal Vintee5

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lu! Nossa fiquei até espantada com o seu relato, realmente não é assim sempre não! Acho que no festival de inverno a cidade fica lotada mesmo e nos finais de semana também, mas dependendo se vc for em baixa temporada ou durante a semana, pega a cidade vazia! Eu nunca passei pelo que vc falou, mas acho que seria bem chato mesmo! Dá mais uma chance pra Campos, acho que dessa vez vc vai gostar! Bjoo

      Excluir
  5. Oi Nana, amei esse post, e que invejinha da sua viagem! Faz tempo que quero ir pra Campos e sempre acabo adiando, mas suas fotos e seu jeito de escrever me deixaram com mais vontade ainda!
    XXX <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Carol! Recomendo fortemente que vc vá pra Campos, pelo menos em um final de semana qualquer, aproveita que vc mora mais pertinho de lá que eu! Obrigada pelos elogios!!! <3

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...